Quem está se preparando para fazer vestibular já está entrando na reta final de estudos. Uma das perguntas que pode surgir nesse momento é como revisar Ciências da Natureza para o Enem.

Com tantos conteúdos para rever, é fácil se perder caso você não siga um roteiro.

Por isso, neste post vamos dar 3 dicas para organizar o seu cronograma de revisão até a data da prova. Acompanhe para saber mais!

A prova de Ciências da Natureza

Em primeiro lugar, vale relembrar como é a prova de Ciências da Natureza e suas tecnologias. Essa área do conhecimento é formada pela união entre Física, Química e Biologia.

O exame inclui 45 questões desse tipo que visam testar as habilidades do candidato de:

  • contrapor interpretações científicas com dados do senso comum através do tempo e em diferentes contextos;
  • propor medidas de intervenção ambiental, com base nos princípios de qualidade de vida e sustentabilidade;
  • identificar problemas ambientais, ressaltando suas origens e antecipando seus efeitos;
  • dominar questões ligadas à biotecnologia e aos produtos biotecnológicos, discutindo suas vantagens e seus aspectos éticos;
  • medir impactos nos recursos naturais causados pela exploração social ou econômica.

Como você pode notar, o Enem requer não só que o aluno entenda os assuntos ligados às matérias. Testa também a sua capacidade de interligar os conhecimentos e aplicá-los em situações do seu dia a dia.

Portanto, não basta decorar os conteúdos dessas matérias. É preciso realmente compreender o contexto de cada tema associado a elas.

3 dicas de como revisar Ciências da Natureza para o Enem

Ter disciplina é fundamental na reta final de preparação para o Enem. Esse não é o momento de relaxar e diminuir o ritmo de estudos.

O seu comportamento deve ser justamente o contrário. Faltando tão pouco tempo para a prova, é hora de reorganizar a sua rotina e revisar os conteúdos listados.

Continue lendo para entender como revisar Ciências da Natureza para o Enem:

1) Treine sua capacidade de concentração

A prova de Ciências da Natureza do exame tem questões com enunciados muito longos. 

A quantidade de texto, em alguns casos, chega a assustar os candidatos. Por isso, é fundamental treinar sua habilidade de concentração e leitura. 

Uma boa forma de fazer isso é resolver as provas dos anos anteriores. O próprio portal do Enem divulgar todos os exames para download.

O recomendado é imprimir as questões e marcar no relógio quanto tempo você gasta para responder as 45 perguntas.

Essa avaliação permitirá que você identifique quais são as melhorias que precisam ser feitas. Além disso, possibilita que você note pequenos pontos que interferem na sua concentração.

A partir disso, é mais fácil traçar planos de ação para reverter esse cenário.

2) Comece listando suas dúvidas

3 dicas de como revisar Ciências da Natureza para o Enem

Criar uma lista de dúvidas frequentes por área é uma boa forma de priorizar atividades. 

Pare para reler os assuntos previstos no edital para as disciplinas de Química, Física e Biologia. Grife todos os pontos com os quais você ainda não se sente muito à vontade.

Organize um roteiro de estudos, agrupando conteúdos que sejam próximos. Assim, além de esclarecer os pontos necessários, você ainda treina a visão de interdisciplinaridade.

3) Crie um cronograma a partir dos itens mais cobrados

Além de esclarecer suas dúvidas, é muito importante revisar os assuntos que caem com mais frequência.

Eles devem ser distribuídos ao longo do seu cronograma na reta final. O recomendado é que além de reler a teoria, você resolva exercícios sobre esses temas.

Para facilitar a sua divisão de tempo, listamos os pontos mais cobrados por área:

Física

A prova de física exige que o aluno coloque em prática o que realmente aprendeu da matéria. Não basta decorar fórmulas e replicá-las de qualquer modo.

Antes de mais nada, é preciso entender o contexto dos fenômenos e o motivo dos cálculos serem feitos daquela maneira.

Muitas questões incluem gráficos, tabelas e esquemas representacionais. Por isso, é fundamental saber interpretar esse tipo de informação.

Como os enunciados costumam ser mais extensos, essa pode ser uma parte mais cansativa. Uma forma de não perder o foco no problema é sublinhar os principais pontos da questão durante a leitura.

Os assuntos que são mais cobrados na prova são:

  • processos eletromagnéticos;
  • Lei de Faraday;
  • Leis de Newton;
  • mecânica;
  • ondulatória;
  • óptica;
  • termologia;
  • fenômenos ligados à eletricidade. 

Química

3 dicas de como revisar Ciências da Natureza para o Enem

Ler os enunciados da prova de Química com muita atenção é essencial para se dar bem. 

Muitas questões trazem conceitos importantes para resolução dos problemas. Em outras, os dados que estão ali apenas confundem os candidatos. Portanto, ter conhecimento prévio dos conceitos vai ajudá-lo a filtrar o que for relevante.

Para ter sucesso nessa parte do exame, é muito importante dominar os conceitos de química orgânica e inorgânica. Além disso, é recomendado saber as fórmulas de cor e compreender quando aplicá-las.

Comece organizando seu roteiro de estudos, priorizando os seguintes assuntos:

  • estequiometria;
  • entalpia;
  • oxidação;
  • redução;
  • energia de ativação;
  • carbono;
  • química geral;
  • físico-química;
  • meio ambiente;
  • água;
  • atomística;
  • energia.

Biologia

Assim como na prova de Física, esse trecho inclui muitos gráficos e tabelas. Logo, essa é mais uma parte do Enem que exigirá capacidade de interpretação.

A prova de Biologia cobra muitos fundamentos básicos da disciplina. Por isso, é primordial tê-los na ponta da língua.

Os enunciados também costumam ser longos. Porém, há uma diferença: muitas vezes a chave para resposta está na própria questão.

Leia atentamente o que está sendo pedido e verifique se é possível achar a solução por exclusão. Assim, você poupa tempo no item.

Os conteúdos mais frequentes no exame são:

  • ecologia;
  • citologia;
  • origem da vida;
  • fisiologia humana e animal;
  • biotecnologia;
  • genética molecular;
  • parasitologia;
  • cadeias e teias;
  • biomassa;
  • botânica;
  • indicadores sociais e cidadania;
  • zoologia;
  • taxonomia.

Partindo para ação

Agora que você já sabe quais os conteúdos mais cobrados, está mais fácil tirar seus planos do papel. Comece a colocar as nossas dicas em prática e trace um roteiro de estudos para as últimas semanas antes do Enem. 

Lembre-se de controlar o seu tempo na resolução dos exercícios para testar sua agilidade de raciocínio. 

Crie estratégias para otimizar seu tempo e se prepare emocionalmente. 

Quanto mais você se antecipar aos problemas que pode ter no dia, mais estará apto a resolvê-los.

Gostou das dicas? Descubra mais sobre o Enem clicando neste link.