Um dos personagens mais caricatos do mercado de trabalho hoje é o estagiário. As inúmeras piadas e filmes de comédia sobre esse perfil acabam criando diversos mitos sobre os estágios para estudantes.

A falsa imagem, por vezes, pode desmotivar universitários com grande potencial de atuação em suas áreas. Por isso, neste post resolvemos apontar verdades e mentiras sobre esse processo.

Acompanhe até o final para tirar suas dúvidas. Vamos lá!

Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo ou fazer o download para ouvir offline!

Mitos e verdades sobre os estágios para estudantes

O estágio é um processo de aprendizado prático com atuação no mercado de trabalho. É celebrado por um contrato que pode variar de 6 meses a um ano.

De maneira simplificada, pode-se dizer que funciona como um acordo entre empresas, alunos e instituições de ensino. Todos saem ganhando nesse processo.

Os estagiários adquirem experiência profissional para acrescentar ao currículo. As faculdades encaminham seus alunos para as vagas do mercado de trabalho. Já as empresas conseguem atrair novos talentos, que podem ter potencial de desenvolvimento.

Apesar da definição parecer simples, muitas pessoas desconhecem as regras que regem esse tipo de vaga. Por isso, acabam por alimentar alguns mitos sobre o estágio para estudantes.

Listamos os mais comuns aqui. Saiba quais são eles:

ACESSAR MATERIAL

1) O estagiário é contratado para servir cafezinho

A cena clássica dos filmes de comédia nada tem a ver com a realidade. Todo programa de estágio deve ter as atividades bem definidas.

A empresa informa quais são as tarefas que serão desempenhadas. É papel da faculdade averiguar se elas são condizentes com a formação do aluno para aprovar o contrato de estágio.

Essa é uma forma de resguardar os alunos de atividades que nada acrescentam como cafezinho e fotocópias.

4 mitos e verdades sobre estágios para estudantes

2) O estagiário é sempre chacota no escritório

Outro mito que deprecia os estágios para estudantes é a maneira com que as pessoas são tratadas. 

Fazer chacota com qualquer tipo de profissional é algo grave e repudiado pelos setores de recursos humanos. Por isso, casos como esse são exceções e são tratadas com a devida importância para punir os responsáveis.

A maior parte das empresas com vaga de estágio se preocupa em oferecer um ambiente saudável para os funcionários. Há um entendimento de que quanto mais agradável for o clima de trabalho, melhor será o rendimento do profissional.

3) O estágio é obrigatório

Não. O estágio profissional só é obrigatório para alguns cursos, de acordo com orientação do Ministério da Educação.

Quando o Projeto Pedagógico do Curso (PPC) prevê a realização desse tipo de etapa, o aluno é informado no começo da graduação.

Geralmente, dedica-se os dois últimos períodos para a realização dos estágios obrigatórios. Isso acontece pois nessa fase o estudante está mais apto a colocar o que aprendeu em prática.

4 mitos e verdades sobre estágios para estudantes

4) A empresa dita as regras do estágio

A afirmação é errada se considerarmos a existência de uma lei de estágio. Essa lei estabelece quais são os direitos e deveres dos estagiários e dos contratantes.

Assim, mesmo que cada empresa tenha seu próprio programa de atividades, todas devem seguir normas padrão. O descumprimento da lei pode provocar o cancelamento da vaga e até mesmo a suspensão da parceria.

Ao participar de uma entrevista de estágio, fique atento à seriedade da empresa contratante.

Neste post, esclarecemos 4 mitos sobre os estágios para estudantes. Esperamos que depois disso você se sinta mais seguro para se candidatar a uma vaga.

Ser estagiário pode ser muito mais desafiador e empolgante do que você imagina. Não deixe de viver essa experiência!

Gostou das dicas? Saiba mais sobre jovens no mercado de trabalho clicando neste link.

BAIXAR AGORA