Como falar de seus pontos fracos numa entrevista de emprego?

Screenshot_1

Não é uma questão de arrogância. Muitos candidatos acham difícil falar sobre seus pontos fracos numa entrevista de emprego simplesmente porque não têm autoconhecimento suficiente. Na opinião de Claudia Troca, gerente da consultoria Robert Half, ficar em silêncio ou mencionar qualidades disfarçadas de defeitos – como se o único problema fosse ser dedicado demais ao trabalho, por exemplo – não significa que você seja cego às suas próprias limitações.

 

“Se a pessoa hesita ou precisa recorrer a clichês, o que nos mostra é que não sabe muito sobre si mesma. Perfeccionista” e “workaholic“, aliás, são as palavras que a recrutadora mais ouve dos candidatos” –Claudia Troca – Gerente da consultoria Robert Half.

 

Parece um clássico das entrevistas de emprego, mas o significado por trás da pergunta “cite um defeito e uma qualidade sua” vai muito além do clichê. Para a psicóloga e fundadora da Be.have, Gabriela Lembo, quando você fala sinceramente um defeito seu, significa para o recrutador que você tem um bom autoconhecimento e está ciente sobre um ponto de melhoria no seu modo de agir. Isso quer dizer que você tem capacidade o suficiente para entender sobre si mesmo, controle sobre seu próprio comportamento e o mais importante: resiliência, ou seja, flexibilidade para mudar o que não está bom.

 

Por exemplo, se considera uma pessoa muito fechada, gosta de trabalhar sozinho e acredita que isso pode ser um defeito que atrapalhe seu processo de trabalho, fale sobre isso . Elabore, explique que esse é um ponto que você observou não ser muito bom e que pretende melhorá-lo. Sobre a qualidade, pense nos valores da empresa. O que você tem de melhor que pode se encaixar em algum deles? Cite-o na entrevista. Ética é um dos valores da empresa e você se considera uma pessoa que age sempre baseado em ética? Ótimo, então aproveite e fale sobre isso.

 

Sinceridade

Todos que dão dicas sobre entrevistas de emprego sempre ressaltam a importância da sinceridade. Contudo, ela deve ser usada com bastante sabedoria. Use-a a seu favor: em muitas entrevistas, os recrutadores questionam o que você gosta de fazer aos finais de semana, ou por quais motivos você saiu do seu último emprego. Por mais que seu hobby nos dias de folga seja abusar do álcool com seus amigos, não é isso que será dito e nem com essas palavras na entrevista. Existem diversas formas de dizer a verdade com palavras bem colocadas e sem causar uma impressão negativa. Você pode dizer que aos finais de semana, gosta de se reunir com seus amigos, por exemplo.

 

Próximos passos 

Os recrutadores também consideram essencial que o candidato não apenas mencione e descreva suas fraquezas, mas também diga o que está fazendo para saná-las. O ideal é falar sobre o histórico da questão: como e quando ela foi observada, quais foram os feedbacks que você recebeu a respeito dela, bem como momentos em que você conseguiu superá-la na prática. Segundo Ricardo, o candidato deve mostrar a evolução de seus pontos fracos, com destaque para as providências que já tomou – e ainda vai tomar – para reagir ao problema.

 

Se você não tem uma determinada competência técnica relevante para a empresa, você pode mencionar que pretende se matricular num curso sobre o assunto, diz o gerente da Michael Page. Para Claudia, o mais importante é demonstrar disposição para se aperfeiçoar. “O candidato ideal sabe muito bem quais são os seus pontos negativos e já tem um plano de ação para contorná-los”, afirma.

Fonte: exame.com / administradores.com

Comentários

Comentários

Previous Post
MBA GEST COMPL

Mercado de Compliance procura profissionais para vagas com salário acima de R$10 mil reais

É exatamente isso que você leu! De acordo com matéria publicada recentemente no jornal “Estadão”, a área de Compliance está procurando profissionais para ocupar vagas ... Read more

Next Post
bateria-da-escola-de-samba

Bateria FECAP: Escola de Ritmos abre inscrições para novos integrantes

Seu coração se agita quando ouve a bateria da FECAP chegando? Caixa, chocalho, tamborim e agogô, todo mundo junto agitando os eventos e jogos universitários, ... Read more

Deixe uma resposta