Poucas pessoas sabem logo de cara o que é economia. São anos de estudo para entender tudo que envolve a área.

Mas, para quem está começando a se interessar pelo assunto, a gente preparou aqui uma série de informações valiosas.

Veja, a seguir: 

  • o que é economia; 
  • as áreas de atuação do economista;
  • como funciona o curso de Ciências Econômicas e, por fim, as principais características do profissional da área.

Venha com a gente e fique por dentro!

O que é economia?

Economia é um conjunto de atividades desenvolvidas pela humanidade com o objetivo de produzir e distribuir bens de consumo e serviços. 

Tudo isso, claro, para garantir a qualidade de vida e o bem estar da população.

A maioria das relações econômicas é feita no âmbito do mercado, em interação com o Estado. As trocas acontecem por meio do dinheiro e o sistema é construído com base na propriedade privada.

Como provavelmente já deve ter passado pela sua cabeça, a economia é complexa e seu estudo deve considerar diferentes abordagens, desde as ciências exatas até as análises históricas e sociais.

Certo, mas como é a atuação do economista?

Para quem pensa que economista só trabalha na bolsa de valores ou no banco, agora é o momento de abrir a cabeça. 

Na verdade, o profissional formado em economia pode atuar em diversos segmentos — da iniciativa privada aos órgãos públicos e terceiro setor.

Vejamos algumas possibilidades.

Comércio nacional e internacional

O setor comercial, seja o nacional ou o internacional, carrega diversas oportunidades. 

Principalmente porque grandes e médias empresas precisam de uma análise econômica que seja capaz de identificar possíveis investimentos e realocação de recursos.

Agronegócio

O agronegócio e a agroindústria fazem parte de um setor tradicional e muito potente no Brasil. O economista avalia as soluções de tecnologia, transformações no mercado e na legislação ambiental para propor estratégias inovadoras.

Economia ambiental e sustentabilidade

Em ONGs e instituições do poder público, cria planos e estratégias sustentáveis. 

A ideia aqui é encontrar soluções onde ambiente, bem estar social e geração de valor estejam atrelados e em equilíbrio.

Mercado financeiro

Tradicionalmente, é um lugar onde os economistas desenvolvem planos e estratégias para potencializar ganhos no mercado de ações, seguradoras e bancos. Também é possível atuar em grandes estatais de capital aberto, como a Petrobrás, Banco do Brasil, Eletrobras e Telebras, por exemplo.

Análise econômica e planejamento estratégico

Empresas de diversos setores precisam realizar análises e planos estratégicos com certa frequência. Inclusive, quando uma empresa quer expandir seus negócios, precisa sondar novos mercados e avaliar riscos. 

Planejamento e formulação de políticas públicas

Todo programa governamental precisa de uma ampla equipe de economistas. Tanto presidente, deputados e senadores, quanto prefeitos, vereadores e governadores têm essa demanda. 

Portanto, o economista deverá pesquisar e planejar soluções em forma de políticas públicas.

Consultoria em processos judiciais

Processos de crimes fiscais, de sonegação de impostos ou desvio de verbas precisam contar com uma equipe de economistas que avaliará as provas e ajudará a defesa, a acusação ou prestará consultoria ao juiz. 

Pesquisa e educação

Além de tudo isso que já vimos, há a possibilidade de atuar na área de pesquisa e ensino. 

Existem muitas oportunidades em universidades, faculdades e escolas técnicas. Sem contar as instituições e fundações que trabalham exclusivamente com coleta de dados econômicos.

E aí, ficou impactado pelas possibilidades de trabalho como economista? 

Saiba que esse é apenas um recorte. O mercado, com certeza, vai apresentar mais situações interessantes. Inclusive, no artigo a seguir é possível saber mais:

O que é economia - dados

Como funciona o curso de Ciências Econômicas

Para dar conta de um mercado amplo e em constante transformação, o curso de Ciências Econômicas precisa ser muito bom.

Em geral, os cursos de graduação em Ciências Econômicas trabalham com uma grade de 8 semestres, ou seja, quatro anos. 

Ao longo do curso, o aluno fará estágio e desenvolverá seu trabalho de conclusão de curso.

Cursos extracurriculares e atividades de formação complementar serão exigidos. 

Além disso, escrever artigos e apresentar trabalhos em seminários e outros eventos acadêmicos será muito importante.

Para saber mais, confira este post completo sobre o tema: 

4 características essenciais para o economista

Legal, você está gostando das possibilidades do mercado. Mas, surge aquela dúvida: será que economia é pra mim?

Para te ajudar a pensar sobre isso, preparamos uma pequena lista com os traços mais importantes que um cientista econômico precisa ter para se dar bem na área.

Vamos conferir?

  1. Você tem facilidade com ciências exatas. Calculadora científica? Tranquilo. Nada de grandes sofrimentos nas aulas de matemática. Na verdade, tem bastante facilidade com a linguagem dos números e perde a noção do tempo quando se debruça sobre uma lista de exercícios.
  2. Com ciências humanas, a coisa flui tranquilamente. Você consegue ler de forma rápida e tem boa interpretação de texto. As pessoas costumam admirar suas habilidades em exatas e humanas na mesma proporção. Gosta de acompanhar as notícias, lê revistas e jornais com frequência.
  3. Expressa suas ideias de forma clara e objetiva. Quando surge uma discussão ou debate, é capaz de organizar argumentos e exemplos na mente. Fala de uma forma didática. Até temas bem complicados são compreensíveis quando você explica.
  4. Possui paixão pelas relações econômicas e financeiras. O assunto não te cansa. Você sempre está lendo ou vendo algo sobre. Quando fala disso, seus olhos brilham e seu coração acelera. Economia é fascinante pra você.

Se você se identificou com pelo menos três das quatro características, é muito provável que as Ciências Econômicas seja pra você. 

Mas, calma, você não precisa decidir já. Vá amadurecendo a ideia, conhecendo mais sobre o mercado e refletindo sobre suas habilidades e paixões. 

Aliás, temos um material fantástico para ajudar você nessa tarefa. 

Confira o Infográfico Raio-X das Ciências Econômicas e obtenha mais informações sobre a carreira e o profissional!