Imagine só… você fez um teste vocacional e descobriu que tem afinidade pelas Ciências Econômicas. O próximo passo agora é pesquisar mais sobre a atividade e quanto ganha um economista, certo!?

Informar-se sobre as vagas do setor e as habilidades exigidas pelos empregadores é importante para traçar suas metas profissionais.

Listamos diversas curiosidades sobre o mercado de trabalho para o economista. Descubra quanto é o salário deste profissional de acordo com as áreas de atuação.

Acompanhe!

Perfil do economista

A carreira de economia é bem ampla e versátil. Normalmente, quem se interessa por esse curso gosta de estudar Matemática. Porém, nem só de números vivem as Ciências Econômicas.

O economista também estuda disciplinas ligadas às Ciências Sociais Aplicadas. Ou seja, você também terá matérias como Sociologia, Administração e História da Economia em sua grade.

É importante gostar de ler. Muitas vezes, o curso terá matérias teóricas que exigirão mais tempo de dedicação aos livros.

Habilidades comportamentais

Além dos conhecimentos técnicos, o bom economista também tem as seguintes habilidades comportamentais:

  • raciocínio lógico;
  • capacidade de interpretação de dados;
  • hábito de leitura;
  • constante vontade de aprender;
  • interesse pelo que se passa no Brasil e no mundo;
  • responsabilidade;
  • compromisso com prazos;
  • precisão nas informações passadas;
  • inteligência emocional;
  • ética.

Quanto mais competências você desenvolver, mais versátil será a sua atuação no mercado de trabalho.

Quanto ganha um economista?

Agora que você já sabe o que é preciso para atuar neste ramo, vamos listar as principais áreas e salários desta profissão.

Reunimos algumas informações sobre as vagas mais comuns para que você entenda qual tem mais a ver com seu perfil.

Continue lendo para descobrir tudo!

Instituições financeiras

Trabalhar no mercado financeiro é uma das possibilidades caso você queira fazer o curso de Ciências Econômicas.

Esse é o perfil de vaga voltado para quem quer atuar em órgãos públicos e instituições financeiras. O dia a dia inclui atividades de planejamento e anáĺise de orçamentos para viabilizar projetos.

Para se dar bem neste ramo, é preciso ter interesse em sempre estar atualizado. O que acontece no mundo tem impacto direto na economia nacional.

A média salarial desta carreira é bem confortável. Varia de R$12.000,00 a R$15.000,00, de acordo com o perfil da vaga.

Auditoria

Uma das grandes vantagens de fazer carreira em Auditoria é poder trabalhar por conta própria, o que te possibilita empreender.

O auditor é responsável por verificar as informações passadas e evitar qualquer tipo de inconsistência nos dados.

Caso você queira atuar nesse ramo, deve ser detalhista e estar preparado para lidar com planilhas e relatórios financeiros.

O salário do cargo pode variar de R$3.442,56 a R$11.363,14, conforme o portal Trabalha Brasil. Oscila de acordo com o tamanho da empresa atendida e com o tempo de experiência profissional.

O que faz e quanto ganha um economista

Orientação financeira

Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre essa função, mas é bom se informar sobre ela desde já. Esse é um setor em expansão.

O orientador financeiro é uma espécie de consultor de investimentos e transações.

Caso você trabalhe com isso, será seu dever avaliar o momento ideal para uma empresa buscar empréstimo ou abrir capital.

O profissional ganha em média R$4.415,00, de acordo com o portal Love Mondays. No auge da carreira, o salário pode chegar a R$19.000,00.

Mediação e Arbitragem

Já parou para pensar que a sua capacidade de resolver conflitos pode se transformar em uma profissão?

A mediação e a arbitragem são processos extrajudiciais para resolver desavenças entre empresas e instituições públicas.

Para ter sucesso nesta atividade, é preciso muito jogo de cintura, inteligência emocional e capacidade de negociação.

O salário inicial para um conciliador nestes setores é R$1.237,00, segundo o portal Vagas.com.

Comércio Exterior

Você sabia que uma empresa que realiza negócios com outra estrangeira está estabelecendo uma relação de Comércio Exterior?

O papel do economista neste caso é entender as leis de cada nação. Ele deve conduzir o processo para que tudo corra bem.

Negociações de importação e exportação fazem parte das atividades do profissional neste tipo de vaga.

O economista que trabalha com Comércio Exterior recebe, em média, R$6.024,00 pelas funções, segundo o site Vagas.com.

Pesquisa científica

Que tal unir sua paixão pela Economia com a carreira acadêmica? Essa é uma das possibilidades de quem forma em Ciências Econômicas.

Você pode atuar em sala de aula lecionando as disciplinas da graduação. Além disso, também pode estar envolvido com projetos de pesquisa e ensino.

Essas vagas são perfeitas se você tem perfil mais teórico e gosta muito de estudar. O aprendizado nestes casos é constante.

O salário do professor universitário é, em média, R$3.504,00 segundo a Catho. O valor pode ser ainda mais alto se houver recebimento de bolsa de pesquisa.

Planejamento estratégico

Você é responsável por controlar o dinheiro da turma nas saídas do final de semana? Então essa pode ser a vaga ideal para você.

O economista com experiência em planejamento estratégico controla orçamentos e estrutura as metas do negócio.

Uma das funções é analisar cenários e planejar ações para que a empresa cresça e o dinheiro renda muito.

O salário do profissional desta área é, em média, de R$11.591,60 para uma jornada de 43 horas semanais. Os dados são do CAGED do Ministério do Trabalho.

Economia Ambiental

Gosta de se envolver com causas ambientais? Então saiba que o economista também pode atuar neste tipo de projeto.

O papel do profissional nestes casos é promover o crescimento das empresas de maneira sustentável. A atividade visa minimizar os impactos da exploração dos bens de consumo na natureza.

A área é uma das tendências nos próximos anos. Isso acontece devido à necessidade de se repensar a maneira de fazer negócio na atualidade.

O economista ambiental ganha, em média, R$4.295,80 para uma jornada de 43 horas semanais, segundo o CAGED do Ministério do Trabalho.

Dia a dia do Economista

Já pensou em começar o dia lendo um relatório financeiro e terminar criando um planejamento para fusão de duas empresa?

Trabalhar com Economia pode ser mais divertido do que você imagina.

Como esse ramo lida com cenários muito dinâmicos, é preciso sempre se reinventar. A rotina no escritório pode exigir bastante conhecimento e criatividade.

Agora que você já sabe mais sobre a atividade e quanto ganha um economista. Assim é mais fácil decidir em qual área você quer atuar.

Se ainda restarem dúvidas sobre o curso, descubra mais sobre a graduação em Ciências Econômicas clicando aqui.