Por muitos anos, quando se falava em secretariado, as pessoas já imaginavam alguém servindo café ou atendendo ligações. Contudo, esse estereótipo caiu por terra. O novo perfil profissional do Secretário Executivo vai muito além disso.

O antigo conceito foi derrubado devido às novas exigências do mercado de trabalho. Hoje espera-se que este profissional atue de maneira muito mais abrangente e estratégica.

Se você está com dúvidas sobre a forma de atuação do Secretário Executivo e o que esperar da profissão, continue lendo este texto.

Perfil profissional do Secretário Executivo

As mulheres ainda são maioria nos escritórios e em grandes empresas. Contudo, os homens também têm espaço de atuação, principalmente em gabinetes políticos.

A profissão está cada vez mais em alta devido ao seu papel estratégico junto à diretoria de empresas e multinacionais.

Esqueça de uma vez por todas a imagem do profissional que fazia apenas o que o patrão mandava. Os empregadores estão procurando pessoas que realmente estejam engajadas com a organização e tenham iniciativa para resolver problemas.

Atuar no ramo do secretariado vai muito além de prestar ajuda para o alto escalão das instituições. O mercado de trabalho está em busca de pessoas proativas que saibam pensar por si mesmas e assumam responsabilidades.

Baixe aqui!

O mercado de trabalho atual

Esta é uma área perfeita para quem tem interesse em diversos aspectos ligados a uma empresa, como marketing e vendas. Grandes organizações estão com vagas abertas para secretários com visão estratégica bem desenvolvida e estão dispostas a pagar por isso.

De acordo com o Sindicato das Secretárias e Secretários do Estado de São Paulo (Sinsesp), a faixa salarial média varia de R$1,2 mil para estágios iniciais até R$11 mil para vagas sênior.

Mesmo que o salário inicial não seja tão alto, esta pode ser a oportunidade que você esperava para entrar no quadro de funcionários de uma empresa e dar o primeiro passo para a construção da sua carreira.

Como é a rotina da profissão?

O perfil profissional do Secretário Executivo mudou e afetou, consequentemente, a forma de atuação no dia a dia.

A rotina está muito mais dinâmica e inclui tarefas como:

  • organização de eventos;
  • gestão de viagens;
  • redação de atas;
  • contato com clientes nacionais e estrangeiros;
  • agendamento de compromissos;
  • auxílio a diversos departamentos;
  • pagamento de contas;
  • organização de arquivos;
  • acompanhamento de reuniões gerenciais.

Profissionalização é a palavra-chave para quem está interessado em atuar neste ramo e ter destaque.

O curso de Secretariado Executivo

O curso de Secretariado Executivo tem duração de 3 anos e é do tipo bacharelado. A formação deixou de ser um diferencial e tornou-se praticamente requisito obrigatório em grandes instituições.

A graduação oferece a possibilidade do aluno se preparar para assessorar cargos executivos de alto escalão em multinacionais; segundo e terceiro setores; startups; escritórios e executivos expatriados.

A grade curricular contempla disciplinas variadas como Fundamentos da Economia e da Contabilidade; Marketing; Vendas; Organização de Eventos; Psicologia Organizacional; entre outras.

Habilidades exigidas

A capacitação técnica é apenas uma das habilidades requeridas para trabalhar como Secretário Executivo.

Algumas competências vão ajudar você a se destacar no mercado de trabalho frente aos concorrentes e evitar uma postura de simples executor de ordens.

Saiba quais são:

Autoconhecimento

Antes de mais nada é preciso ter domínio sobre sua essência, seus pontos fortes e fracos.

Este é o primeiro passo para saber quais são as competências que você precisa desenvolver e em quais pontos você se destaca.

Esta visão é fundamental para quem deseja ter uma trilha de desenvolvimento de carreira bem alinhada com seus propósitos.

Inteligência emocional

O dia a dia do Secretariado Executivo muitas vezes pode ser imprevisível. Como a profissão tem grande interface com diversos setores, a rotina exige que o trabalhador esteja preparado para lidar com diferentes realidades.

Por isso, ter a inteligência emocional bem desenvolvida é fundamental nesta carreira.

Lidar com situações inusitadas e ter equilíbrio para tomar decisões sob pressão são diferenciais para quem deseja ter sucesso na profissão.

Domínio da comunicação

Saber se comunicar bem é essencial nesta área. A essência desta profissão é se relacionar com pessoas e assessorar executivos e clientes. Portanto, é fundamental ter domínio da comunicação oral e escrita.

Escrever bem é importante para que você se destaque na redação dos relatórios e das atas solicitadas.

Além disso, saber adequar a linguagem da comunicação ao perfil do ouvinte é uma competência exigida no dia a dia.

Qual o perfil profissional do Secretário Executivo

Organização

Ser bem organizado é indispensável. Afinal, você está assessorando outras pessoas e setores.

A organização aqui é entendida em seu sentido mais amplo. Ou melhor, diz respeito desde a estruturação de arquivos até a correta gestão de tempo para não sobrepor compromissos na agenda do executivo.

Se você gosta de pôr ordem nas coisas do dia a dia essa é a área perfeita para atuação.

Domínio de português e outros idiomas

Como já dissemos, saber escrever bem e ter domínio da linguagem formal é requisito básico do Secretariado Executivo.

Agora se você deseja trabalhar em uma multinacional, o domínio de outros idiomas, como inglês e espanhol, também é uma exigência.

Ter conhecimento de línguas estrangeiras abre portas, aumenta sua empregabilidade e, consequentemente, a sua faixa salarial.

Paciência e resiliência

Manter a calma frente aos imprevistos profissionais é um dos pontos que irá fazer você se destacar entre os demais candidatos.

Ser paciente e resiliente ajuda o Secretário Executivo a agir com rapidez na tomada de decisões, atuando com competência e segurança.

Senso de responsabilidade

O senso de responsabilidade é outra competência requisitada. É preciso responder pelas suas próprias ações e pelas tarefas confiadas.

Em algumas situações, pode ser necessário, inclusive, se impor e se responsabilizar pelas decisões tomadas. Se você está realmente capacitado para atuar profissionalmente, não há o que temer na hora de assumir essa postura.

Como você pode perceber, o perfil profissional do Secretário Executivo mudou muito nos últimos anos. Esta é uma carreira promissora para quem quer estar diretamente ligado ao alto escalão das empresas. Prepare-se e aproveite as oportunidades de mercado.

Quer saber mais? Inscreva-se na newsletter da FECAP para receber notícias sobre a melhor opção de faculdade que você poderá encontrar.

Baixe aqui!