Ainda dá tempo de se preparar para o Exame Nacional do Ensino Médio. Realizar simulado Enem é uma boa forma de fazer isso.

Neste post, vamos dar dicas práticas de como usar essa ferramenta de maneira correta e estratégica.

Acompanhe para saber mais.

Simulado Enem: porquê fazer

Um simulado nada mais é do que um caderno de questões parecidas com o estilo da prova original. A ideia de se aplicar esse tipo de ferramenta é encenar uma situação real.

Por isso, é muito comum que o simulado Enem seja empregado em cursinhos pré-vestibulares e escolas de Ensino Médio. Na maior parte das vezes, há contagem de tempo.

A proposta é provocar os alunos a lidar com uma ocasião de pressão. Tudo isso sem perder o foco no que é cobrado em cada pergunta.

Quanto mais simulados o estudante fizer, mais bem preparado ele estará no dia do exame. Por isso, vale fazer download de cadernos de prova dos anos anteriores e até mesmo de simulados disponíveis na internet.

Como estudar através dos simulados 

Alguns cuidados devem ser observados para que você extraia o máximo de potencial de aprendizado do simulado Enem.

Saiba quais são eles:

1) Observe o que há de novo

Pode ser que você se depare com conteúdos novos que você ainda não domina ao resolver um simulado.

Se isso acontecer, reserve um tempo ao final do dia para estudar a matéria. Leia mais sobre o assunto abordado e aprofunde-se no tema.

Assim, você aproveita o momento de resolução dos exercícios para compreender novos conteúdos das disciplinas, complementando sua preparação.

2) Revise o que tiver dúvida

Simulado Enem: como estudar através dele

Sabe aquela sensação de que você está parado em uma mesma questão há muito tempo? Isso pode ser um sinal de que você ainda não domina a matéria cobrada.

Por isso, sempre que se sentir inseguro diante de uma pergunta, vale identificar qual é a temática abordada.

Volte a ler a teoria sobre o assunto para esclarecer as suas dúvidas. Caso elas persistam, procure um colega ou um professor que domina o tema para lhe ajudar a estudar.

Depois disso, pratique o que aprendeu por meio de exercícios focados no assunto em questão.

3) Entenda o formato das questões

Conhecer o estilo de questões do Enem é fundamental para ter uma boa nota

Nesse sentido, os simulados são uma boa prática para quem deseja conhecer as características do exame.

Quanto mais você praticar, mais terá domínio do tipo de prova. Assim, será mais fácil fazer correlações entre as matérias, identificando mais mais facilidade questões interdisciplinares.

Basta pesquisar na internet para encontrar uma série de simulados do Enem gratuitos para download. 

4) Reforce o que você aprendeu

Simulado Enem: como estudar através dele

A prática está intimamente ligada à excelência.

Por mais que você estude muito, fazer exercícios e simulados faz toda diferença para se dar bem no Enem.

Ao resolver uma atividade, você estará estimulando zonas cerebrais ligadas ao conhecimento. Essa conexão é importante para que você reforce as informações armazenadas na sua memória.

Dessa maneira, o risco de ter um branco na hora do exame é bem menor.

Hora da prática

Agora você já sabe como o simulado Enem pode contribuir para a sua preparação na reta final.

Organize seu cronograma de estudos para incluir a resolução desses exercícios. Essa é uma maneira fácil e prática de acelerar o seu aprendizado.

Gostou das nossas dicas? Descubra mais sobre o Enem clicando neste link.