O currículo é o seu primeiro contato com um recrutador. Por isso, como todo cartão de visita, deve desempenhar bem o papel de marketing pessoal, destacando de forma objetiva e clara os seus pontos positivos, experiências e habilidades relevantes para a vaga.

Com ou sem experiência, é possível chamar a atenção dos recrutadores. Seguir algumas recomendações é fundamental para que o seu CV seja notado entre os demais.

Um currículo bem estruturado facilita o entendimento e torna-se mais competitivo. Pensando nisso, listamos os principais tópicos que este documento deve contemplar, tanto para quem busca a primeira oportunidade no mercado de trabalho como para profissionais experientes.

Um bom modelo de currículo pode ajudar você a se destacar em uma seleção de emprego. Confira abaixo nossas dicas e baixe modelos com layout e formatação, prontos para você preencher.

O currículo

Todo currículo deve apresentar algumas informações básicas sobre sua vida e sua carreira. Na sequência especificaremos as informações mais relevantes para quem busca o primeiro emprego e para aqueles que já possuem experiência.

Seja objetivo ao citar os dados. Lembre-se que os recrutadores têm vários currículos para ler todos os dias. Se o seu estiver muito extenso, certamente, será eliminado.

Não coloque conhecimentos, habilidades e experiências que não possui somente para se valorizar mais. Depois, isso poderá ser cobrado e, consequentemente, pode se voltar contra você, causando uma má impressão ao recrutador e à empresa.

Como personalizar um currículo seguindo um modelo pronto

Um bom padrão de design pode destacar as informações chave por meio de itens gráficos. Há diversos modelos disponíveis na internet que podem servir como ponto de partida.

Essas layouts são bem simples de configurar. Basta fazer download do modelo e começar a substituir os dados pedidos pelos seus.

Após a criação do documento, revise tudo com atenção. Erros de português podem eliminá-lo de um processo seletivo para a vaga dos sonhos.

Mão na massa

Depois de aprender tudo o que ensinamos neste post é hora de colocar a mão na massa.

Selecione um modelo de currículo que tenha a ver com o seu perfil profissional e siga as dicas a seguir.

Modelo de currículo para o primeiro emprego

Jovens que buscam o primeiro emprego costumam ter dúvida na hora de montar um currículo para se candidatar a uma vaga. Afinal o que vale a pena destacar quando ainda não há experiência profissional?

Para ajudar nesta procura pela primeira oportunidade no mercado, preparamos uma estrutura de tópicos que pode ser usada como modelo para a criação do seu primeiro currículo. Confira!

1. Informações pessoais

Funciona como um cartão de visitas e por isso deve reunir informações básicas e objetivas como: nome completo, idade, estado civil, endereço, cidade, telefone (celular, residencial ou para recados) e e-mail.

Evite dados desnecessários que farão o seu currículo ser descartado: número de documentos, nomes dos pais ou referências pessoais (outros contatos).

2. Objetivos

Neste ponto é fundamental ser claro e direcionar o objetivo à vaga para a qual está se candidatando, citando o cargo ou a área de atuação.

Exemplo: Atuar na área de vendas, desenvolver habilidades comerciais e ganhar experiência com público.

3. Formação acadêmica

Não é preciso listar seu histórico de formação escolar. Basta informar seu último grau de escolaridade. A descrição deve levar o nome da instituição, do curso e o ano de conclusão ou previsão de término.

4. Atividades extracurriculares

É válido mencionar cursos, palestras, workshops e outras atividades de formação complementar, especialmente se estão relacionadas à vaga desejada. Podem contar como um diferencial para o recrutador.

5. Idiomas e informática

7 modelos de currículo para te ajudar na busca por emprego

Seja claro sobre o domínio de habilidades extras. No caso do idioma, informe o seu nível de conhecimento em cada área – leitura, escrita e conversação. A mesma regra é válida para as ferramentas e programas de informática que você relacionar no currículo.

6. Voluntariado e outras experiências

Projetos pessoais e de iniciação científica, trabalhos informais, voluntários e não remunerados demonstram interesse do candidato em aproveitar as oportunidades que surgem para se desenvolver pessoal e profissionalmente, o que é valorizado por recrutadores.

Estes são os tópicos fundamentais para criar o primeiro currículo profissional. Como a apresentação também conta pontos, elaboramos alguns modelos formatados e prontos para você baixar e preencher.

Modelo de currículo para profissionais com experiência

Em um mercado competitivo, atrair e convencer um potencial empregador não é tarefa fácil. O currículo é a primeira etapa deste processo, por isso deve reunir os fatos mais relevantes e positivos sobre seu histórico de formação, carreira e habilidades. Tudo isso de forma clara e objetiva.

Para ajudar na confecção deste documento, elaboramos dicas e uma estrutura de tópicos que podem ser usados como modelo na hora de criar o seu currículo. Veja abaixo.

1.Informações pessoais

Seja objetivo e foque nas informações que realmente importam: nome completo, endereço, cidade, idade, estado civil, telefone (ao menos um) e e-mail – aqui vale um cuidado com contas de e-mail pouco profissionais, que podem pesar contra. Dados como CEP, CPF e  RG não são necessários.

2. Objetivo

Esse item é essencial para que a empresa saiba a que você está se candidatando e qual a sua área de atuação ou especialidade. Não torne essa etapa muito complexa, já que o recrutador precisa entender de forma prática e simples a sua posição de interesse. Outro ponto importante: não coloque o cargo pretendido, e sim a área de atuação.

Também é válido ter currículos com objetivos profissionais diferentes condizentes com a vaga para a qual você está se candidatando.

3. Formação Acadêmica

O padrão usado para essa listagem é a ordem cronológica inversa, começando com os mais recentes e retrocedendo. Se possui formação superior, não é preciso listar o histórico acadêmico anterior a ela. Informe o nome do curso, a instituição, datas de início e término.

Essa área também é apropriada para incluir prêmios acadêmicos, publicações,  participação em pesquisas e projetos, associações ou cursos extracurriculares que forem relevantes para a vaga.

4. Experiência Profissional

A ordem de listagem aqui é a mesma: primeiro o emprego mais recente e depois o restante em ordem cronológica decrescente.

Neste tópico é fundamental seguir uma formatação padrão, clara e objetiva, para todas as menções. Inclua informações como: nome da empresa / cargo(s) / período / breve descrição das funções realizadas.

5. Sumário de Qualificações

Informe o seu nível de conhecimento de idiomas – leitura, escrita e conversação -, assim como o domínio de informática e outras ferramentas relevantes para a sua área de atuação.

6. Informações Complementares

Podem atuar como um diferencial na hora da escolha do candidato. Portanto, vale listar cursos, workshops, trabalhos voluntários, projetos pessoais, experiências em outros países e outras atividades que julgar interessantes para o seu objetivo.

Mas não se estenda. Um currículo muito longo pode ficar cansativo e desinteressante para o recrutador.

A relevância das informações, a clareza e a objetividade, fundamentais no conteúdo, também se traduzem no layout. Por isso, preparamos alguns modelos de currículos prontos para você baixar e preencher. Coloque em prática nossas dicas e boa sorte!

Baixar agora