O Exame Nacional do Ensino Médio dispensa apresentações, mas pode despertar muitas dúvidas em quem está se preparando para a prova. Se você quer realizar o Enem 2019, fique atento ao calendário. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de maio.

Milhares de pessoas devem participar de mais essa edição, que ocorrerá nos dias 3 e 10 de novembro.

O exame ganhou força no país por ter se transformado em uma das principais formas de processo seletivo de alunos do Ensino Superior.

Pensando em algumas dificuldades que você poderá encontrar no processo de inscrição e no entendimento da dinâmica da prova, preparamos esse post. Listamos tudo o que você precisa saber sobre o Enem para se preparar com antecedência e ter bons resultados. Acompanhe!

1) O que é e porque fazer o Enem

O papel do Enem mudou muito desde a sua criação, em 1998. Inicialmente, a prova foi criada para avaliar a qualidade do Ensino Médio no Brasil.

Ela era feita apenas porque quem desejasse. O resultado servia como termômetro para avaliar a qualidade da educação no país.

Em 2009, o Ministério da Educação e o Inep deram novos propósitos a ela. Desde então, o exame tornou-se:

  • a única forma de seleção de novos universitários em 51 instituições públicas de Ensino Superior;
  • uma das formas de admissão de alunos em Faculdades particulares de todo país;
  • a prova oficial de conclusão do Ensino Médio para pessoas que cursam a Educação de Jovens e Adultos (EJA);
  • requisito obrigatório para quem deseja solicitar o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES).

Com tantas novas finalidades, é fácil perceber que ela agora tem muito mais peso, não é mesmo?

Todos os anos, milhares de pessoas de todas as idades a realizam. Conheça alguns dos benefícios de se juntar a este grupo.

Acesso ao Ensino Superior

Tanto faz se você deseja ingressar em uma instituição pública ou privada. A nota do Enem é usada pela maior parte das Faculdades brasileiras, em substituição ao antigo vestibular.

Consulte o Manual do Candidato da Universidade para qual deseja se inscrever para confirmar se este é o caso.

Ingresso no Ensino Técnico

Talvez você não saiba, mas o exame também é importante para quem deseja fazer um curso técnico.

A seleção de candidatos do Sistema de Seleção Unificada do Ensino Profissional e Tecnológico (Sisutec) é feita exclusivamente pela nota da prova.

A pontuação no Enem substitui o processo seletivo tradicional em instituições de ensino técnico, da rede pública e privada, de todo país.

Financiamento Estudantil

O FIES pode ser uma boa alternativa se você precisa de uma ajuda na hora de pagar a Faculdade e não tem perfil para participar do Prouni.

Essa modalidade de financiamento estudantil permite que o aluno tenha o curso de graduação custeado pelo Governo. Depois de formado, ele passar a pagar o financiamento por meio de parcelas mensais.

Assim, é possível realizar o sonho da graduação sem ficar apertado.

2) O que muda este ano

O edital do Enem 2019 apresenta algumas novidades em relação aos anos anteriores. Saiba o que vem por aí.

Mais acessibilidade

Pessoas surdas, deficientes auditivas e surdocegos poderão informar, já no momento da inscrição, a necessidade de utilização de aparelhos auditivos ou implantes cocleares.

Além de oferecer apoio a estes candidatos, o Enem permitirá que eles utilizem material próprio. Para isso, é necessário comprovar a necessidade especial anexando atestado médico durante a inscrição.

Nome social

Transessuxais serão atendidos pelo nome social neste ano. O interessado neste processo deverá anexar uma foto atualizada e informar a condição na inscrição.

Revista nos lanches

Tome cuidado com o que vai levar para matar a fome no dia da prova. A partir deste ano, os lanches serão revistados pelos fiscais de sala.

A medida tem como objetivo evitar fraudes no exame.

Caderno de questões

As folhas de rascunho personalizadas distribuídas nos anos anteriores não serão mais usadas.

A partir desta edição, o caderno de questões terá maior espaço em branco para realizar seus cálculos e deixar suas anotações.

Novo sistema de inscrição

O portal do Enem foi completamente reformulado. Por isso, é recomendado cautela na hora de se inscrever.

Preste bastante atenção aos campos do questionário. Confira as informações antes de enviá-la para evitar problemas futuros.

3) O que vai cair no Enem 2019

Se você vai participar do Enem neste ano, deve organizar seu calendário de estudos e entender que o que o edital pede é fundamental para otimizar o seu tempo de aprendizagem.

Uma das características deste exame é ligar áreas do conhecimento. Por isso, é importante observar como as matérias se relacionam e estar bem informado sobre assuntos da atualidade.

Criamos um guia de temas por área para ajudar a estruturar a sua rotina de aprendizado. Continue lendo!

Ciências Humanas e suas Tecnologias

A prova possui 45 questões relacionadas a essa área do conhecimento. Estão neste grupo as disciplinas de História, Geografia, Filosofia e Sociologia.

Geralmente, essas questões querem provocar você a criar conexões entre conteúdos de diferentes áreas. Além disso, é comum encontrar perguntas sobre fatos sociais recentes.

Aprofunde-se nos seguintes temas para se dar bem:

  • história do Brasil;
  • guerra pela Independência;
  • grandes revoluções históricas;
  • Brasil colônia;
  • período republicano;
  • contexto histórico entre colonos e indígenas;
  • movimentos culturais da atualidade;
  • luta por direitos fundamentais;
  • questões ambientais;
  • escravidão e racismo no Brasil.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Este grupo é formado pela união das disciplinas de Química, Física e Biologia. Recomenda-se estudar:

  • circuitos elétricos;
  • utilização dos recursos naturais;
  • processos bioquímicos;
  • genética;
  • formas de reprodução;
  • taxonomia;
  • partículas;
  • propriedades dos elementos;
  • eletromagnetismo;
  • radiação;
  • transformação energética;
  • reciclagem;
  • termodinâmica.

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

A prova possui 45 questões de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Literatura, Artes e tecnologias da informação e da comunicação.

Esse eixo teórico tem grande peso na prova. É usado para avaliar a sua capacidade de ler e interpretar textos de diferentes gêneros; seja na nossa língua nativa ou no idioma estrangeiro escolhido na inscrição.

Prepare-se para o exame seguindo esta lista de conteúdos:

  • variedades linguísticas;
  • recursos textuais;
  • gêneros de texto;
  • movimentos artísticos;
  • norma padrão culta;
  • texto argumentativo.

Matemática e suas Tecnologias

O Enem contempla 45 questões desta matéria. Requer raciocínio lógico e conhecimentos de Geometria, Álgebra, Estatística e probabilidade para resolução das questões.

Na hora de estudar foque em:

  • equações;
  • trigonometria;
  • porcentagem;
  • juros simples e compostos;
  • razão;
  • proporção;
  • figuras geométricas planas e espaciais;
  • sequências;
  • gráficos;
  • progressões.

Redação

A prova de Redação avalia a sua capacidade de argumentar sobre o tema proposto. Exige, para isso, conhecimento dos recursos textuais, domínio da norma escrita, senso crítico e capacidade analítica.

O tema, normalmente, está ligado a algum assunto da atualidade.

Nossos palpites para o tema da Redação deste ano são esses:

  • fake news;
  • ascendência do pensamento conservador;
  • porte de armas;
  • privacidade de dados;
  • geopolítica internacional;
  • saúde pública;
  • meio ambiente e desenvolvimento.

4) Como estudar para o exame

Como você pode perceber analisando nosso guia de estudos, o conteúdo do edital do Enem 2019 é bem vasto. Portanto, é fundamental se organizar para conseguir cumpri-lo ao longo do ano.

Algumas dicas poderão ajudar a se preparar para a prova com antecedência.

Estabeleça uma rotina

Crie uma rotina de estudos diária. Uma vez por semana organize um calendário do que será analisado a cada dia.

Sempre reserve uma parte do seu dia para ler o material didático e outra para fazer exercícios e tirar dúvidas.

Leia muito

Informe-se sobre tudo o que está acontecendo na sociedade. Acesse a internet diariamente  e acompanhe os fatos mais importantes no Brasil e no mundo.

Ter boa noção de conhecimentos gerais ajudará a se destacar na prova de Redação.  

Tenha equilíbrio

Tão importante quanto se dedicar aos estudos para o Enem 2019 é respeitar seus momentos de lazer.

Cuide da sua alimentação e pratique atividades físicas com regularidade.

Respeite seus limites para manter o bem-estar físico e mental. Afinal, sabemos que essa fase pode ser bem estressante, não é mesmo!? Portanto, nada de largar a academia e se entupir de besteiras, ok!?

Treine a escrita

A prova da Redação tem um peso muito importante na sua nota. Zerá-la pode, inclusive, impedir que você seja aceito em algumas universidades ou se inscreva em programas de financiamento estudantil.

Prepare-se para escrever bem com antecedência. Aproveite a lista de temas citados acima para praticar a escrita e treinar sua capacidade de argumentação.

Guia: tudo sobre o Enem

5) Como é feito o cálculo da nota

A nota do Enem é computada de uma maneira muito particular.

TRI

A pontuação final é calculada por meio da Teoria de Resposta ao Item (TRI). Esse sistema atribui peso diferente às questões fáceis e difíceis.

O método procura identificar possíveis “chutes” nas respostas.

Funciona assim: se um candidato acertou uma questão difícil e errou uma fácil, o sistema entende que, provavelmente, ele chutou a resposta da pergunta mais complexa.

Assim, o importante não é o número de acertos total. O que vale mesmo é qual é o peso das questões que você acertou ao longo da prova.

Ou seja, mesmo errando mais questões, a nota do seu amigo pode ser maior do que a sua. Isso acontece porque o peso dos acertos dele pode ser maior do que o das suas respostas.

Redação

A prova da Redação vale 1000 pontos. Revisores terceirizados são responsáveis por avaliar individualmente cada texto.

A pontuação obtida nesta parte da prova é somada à nota do restante do exame.

Aproveitamento da nota

Algumas universidades públicas determinam pesos diferentes para algumas disciplinas específicas. Consulte o Manual do Candidato para certificar-se se é o caso da instituição de ensino para qual você está se candidatando.

Grande parte das faculdades particulares considera a pontuação em substituição ao antigo vestibular. Neste caso, não há prova.

Calcula-se a média geral do teste dividido por cinco para chegar a pontuação.

Dependendo do seu resultado, você pode garantir até mesmo uma bolsa de estudos. Já pensou que legal seria estudar economizando uma graninha!?

6) Principais dúvidas sobre o Enem

Se você chegou até aqui, é provável que já  tenha esclarecido muitas dúvidas sobre o Enem 2019. Para facilitar ainda mais a sua vida, listamos perguntas e respostas frequentes sobre o exame.

Qual é a nota mínima do Enem para entrar na Faculdade?

Não existe uma nota mínima padrão para ser aprovado em uma Faculdade. Contudo, você não poderá ter zerado o exame ou a prova de Redação caso tenha esse objetivo.

Cada instituição de ensino e cada graduação tem sua própria média. Pesquise o histórico do curso desejado para ter uma noção melhor.

Quem está no 2º ano do Ensino Médio pode fazer o Enem?

Sim. Se você está no 2º ano, pode participar do Enem 2019 como treineiro.

Esta modalidade é indicada para quem quer conhecer o estilo da prova antecipadamente.

A única diferença é que, como o Ensino Médio ainda não foi concluído, o candidato não poderá ser aprovado no vestibular com a nota do exame.

Qual é a idade certa para fazer o Enem?

Não existe idade mínima ou máxima para fazer a prova. Por isso, não tenha vergonha de se inscrever.

Pessoas de todas as idades que já concluíram ou irão concluir o Ensino Médio este ano podem participar do Enem 2019. E isso inclui aqueles que já se formaram há bastante tempo!

Como se inscrever?

Acesse o portal do Enem até o dia 17 de maio e preencha o formulário de inscrição.

7) Dicas para fazer uma boa prova

Agora que você já sabe como se preparar ao longo do ano, selecionamos algumas orientações fundamentais para ter sucesso no dia do exame.

Organize o seu tempo

O Enem é uma prova extensa com questões grandes e, algumas vezes, complexas. Dividir o seu tempo igualmente para resolver as perguntas é uma boa prática.

Caso note que está demorando para responder algum item, deve passar para o próximo para ganhar agilidade.

Lembre-se de separar alguns minutos para transcrever a redação e o caderno de respostas. Evite deixar o preenchimento para a última hora para não botar tudo a perder.

Hidrate-se e coma bem

Deixe os alimentos gordurosos de lado na véspera e no dia da prova. Dê prioridade para refeições leves e nutritivas.

Essa é a hora de substituir aquela feijoada por uma salada bem rica e variada.

Leve uma garrafa com água gelada e alguma fruta para lanchar durante o exame. Essas opções são bem mais equilibradas que os chips ou chocolates que você pode ter pensado em carregar.

Chegue ao local de prova com antecedência

Teste várias rotas diferentes até o seu local de prova para avaliar qual é a mais rápida e prática.

Saia de casa mais cedo e priorize o uso do transporte público. Assim, você evita o estresse de ter que encontrar uma vaga de estacionamento em frente ao lugar do exame.

Depois da prova

Preparar-se para o Enem 2019 requer tempo e organização. Contudo, seu esforço pode ser recompensado com a sua aprovação na tão sonhada Faculdade.

Depois da maratona de provas, confira o gabarito e mate as dúvidas que surgirem no momento do exame. A divulgação do resultado acontecerá no dia 13 de novembro, no portal do Enem.

Desejamos que você tenha sucesso na prova e seja aprovado para o curso de graduação dos seus sonhos!

Enquanto o dia do exame não chega, que tal descobrir mais sobre o Prouni clicando neste link!? Boa sorte!