O desejo de ser dono do próprio negócio cresce diariamente no Brasil.

Em um cenário de crise nacional, o empreendedorismo surge como alternativa de trabalho e subsistência para milhares de pessoas.  

A possibilidade de gerar renda com autonomia e liberdade de criação faz do empreendedorismo a nova tendência nacional.

Continue a leitura e conheça o cenário atual do empreendedorismo no Brasil.

Sem tempo para ler o artigo? Escute ou faça download da narração no player abaixo e ouça quando quiser:

Empreendedorismo no Brasil em alta: conheça os índices de crescimento

A taxa de empreendedorismo no Brasil nunca esteve tão alta.

De acordo com o levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), atualmente existem no Brasil cerca de 53,4 milhões de pessoas empreendendo e a tendência desse número é só aumentar.

A previsão é que em 2021 o país atinja um patamar histórico, com quase 25% da população adulta trabalhando com o próprio negócio. 

Segundo uma projeção feita pelo Sebrae, essa crescente será liderada pelas mulheres e pela população negra, grupos considerados mais afetados nos momentos de crise.

A popularização do empreendedorismo no país

A crise econômica e sanitária causada pela pandemia da Covid-19 é uma das principais causas da popularização do empreendedorismo no Brasil.

Com a queda nas ofertas de emprego, a chance de abrir o próprio negócio se tornou uma alternativa de trabalho, vida e subsistência para milhares de pessoas.

Autonomia e liberdade: uma dupla que atrai milhares de trabalhadores

A possibilidade de gerar renda de forma autônoma é o que mais atrai no empreendedorismo.

Esse formato de negócio abre espaço para que as pessoas possam colocar seus propósitos e ideias em prática. E oferecer produtos e serviços diretamente para o consumidor.

Também por isso, o empreendedorismo atrai olhares sonhadores de muitas pessoas que desejam trabalhar com liberdade. E principalmente com aquilo que acreditam.

O cenário atual do empreendedorismo no Brasil

Apesar da crise financeira, o cenário do empreendedorismo no Brasil é positivo.  

De acordo com a pesquisa feita com 55 países pela GEM, o Brasil é destaque mundial dos negócios. O país tem a quarta maior taxa de empreendedorismo inicial, que representa os negócios com 3 a 5 anos de existência.

Além disso, o acesso às linhas de crédito e financiamento estão cada vez mais acessíveis para os empreendedores. Com melhores taxas, menos burocracias e outras facilidades.

De olho nas tendências: novos hábitos, necessidades e interesses do público

O mercado está cada vez mais di

Diferentes nichos de serviço e produtos têm surgido e apesar de o empreendedorismo ser sinônimo de liberdade, é preciso ficar ligado nas tendências e remar a favor da maré. Caso contrário, você pode perder tempo

No mundo de hoje, alguns temas como saúde, bem-estar e sustentabilidade estão em alta e têm despertado o interesse de muitos consumidores. 

Lista de segmentos do mercado que estão em alta

Confira a seguir a lista das principais tendências do empreendedorismo no Brasil.

  • Saúde e bem-estar
  • Consumo verde e desenvolvimento sustentável
  • Transportes e logística
  • Produção audiovisual
  • Alimentos/pizza
  • Ensino à distância
  • Mercado pet
  • Cervejarias artesanais
  • Construção

Possibilidades de negócio: 5 áreas de trabalho para quem quer empreender no Brasil

Confira a seguir 5 possibilidades de negócios que estão em alta no segmento do empreendedorismo.

1. Aplicativo de fitness e saúde

O aumento do interesse pela saúde e bem-estar fazem dos aplicativos fitness um sucesso.

De acordo com um estudo publicado no Fórum de Saúde Digital, os aplicativos de saúde cresceram 116% em 2020. 

Logo em seguida estão os aplicativos de games, com 97% de crescimento no ano. Ou seja, o empreendedorismo digital é um nicho a ser explorado.

2. Negócios circulares: consumo verde e sustentabilidade

Os negócios circulares propõem um novo modelo econômico, baseado na reciclagem, reaproveitamento, eliminação de resíduos e redução do impacto humano no meio ambiente.

Como já falamos anteriormente, as iniciativas relacionadas com consumo verde e sustentabilidade são uma supertendência de mercado. Por isso, quem investir no ramo pode se dar bem.

3. Produtora audiovisual: mercado das telas

Em uma sociedade mediada cada vez mais pelas telas, a produção audiovisual ganha força e vira tendência.

De acordo com relatório do Sebrae, nos próximos anos o vídeo se tornará o padrão de comunicação nas empresas e, por isso, uma nova demanda de mercado. 

Os empreendimentos nessa área podem ser muito promissores. 

4. Ensino à distância: EAD é a tendência do momento

Com a necessidade do isolamento social, devido ao novo coronavírus, o ramo do EAD vive um grande boom no Brasil.

De acordo com o INEP, cerca de 1,7 milhão de brasileiros realizaram matrículas em cursos EAD em 2020. Em apenas um mês, houve um aumento de 70% nas matrículas para cursos a distância, segundo a Catho.

O ensino à distância é a grande tendência do momento. Um ótimo negócio para os profissionais da educação.

5. Mercado pet

Sim, o mercado pet está em alta. 

De acordo com os dados publicados na Forbes, o Brasil é o segundo maior mercado de produtos pets do mundo, com 6,4% de participação global, atrás apenas dos EUA.

Os produtos voltados para cães e gatos atraem o interesse de muitos consumidores e a tendência é aumentar. De acordo com o Guiabolso, o gasto dos brasileiros com pets teve crescimento de quase 10% em 2020.

Qualificação profissional: uma questão de necessidade para quem quer empreender com sucesso

A falta de qualificação é uma das principais justificativas para os desafios enfrentados pelos empreendedores no Brasil.

Apesar da vontade individual ser um elemento fundamental para que o seu negócio saia do papel, ela sozinha não é capaz de sustentá-lo no mercado.

Investir em qualificação profissional é necessário para gerir seu negócio de forma inteligente e lucrativa. Para isso, é importante ter conhecimentos específicos de gestão, administração, finanças e tantos outros, que você só vai adquirir estudando.

Empreendedorismo no Brasil: a nova tendência de negócios

O empreendedorismo no Brasil está em alta.

Com a busca crescente por alternativas de trabalho e geração de renda, o surgimento de novos empreendedores tem aumentado na mesma proporção.

Ter o próprio negócio e gerar renda com autonomia e liberdade é o sonho de muitos brasileiros. Mas para se dar bem como empreendedor é preciso estar atento às tendências e necessidades do público, além de investir em qualificação e conhecimento. 

Quer empreender? Acesse o guia do empreendedor de primeira viagem e descubra o caminho para o sucesso.