Se destacar no mercado é algo cada vez mais complicado. As exigências de qualificação para as melhores vagas continuam subindo, forçando o profissional a mostrar competências que vão além do seu trabalho. Sua rede de contatos passa a ser a principal aposta para um bom cargo. Por isso, é fundamental que você saiba como fazer um marketing pessoal de sucesso.

No entanto, o bom marketing pessoal exige equilíbrio. Gafes ou exageros podem trazer mais consequências negativas do que a falta de cuidado com esse aspecto da vida profissional. Então, fique ligado nas nossas dicas e comece hoje mesmo a pensar em novas estratégias.

Mas espere: vamos dar um pequeno passo atrás antes de começarmos. O que é mesmo isso de marketing pessoal?

Marketing pessoal: o seu cartão de visitas

Começamos o texto falando em como se destacar entre tantos profissionais disputando o mesmo espaço no mercado. Esse é o objetivo principal do marketing pessoal: mostrar que você é a melhor opção.

Existem várias estratégias para amplificar esta mensagem. Praticar o marketing pessoal, portanto, é lançar mão destas táticas para melhorar o seu perfil. Você pode aumentar o reconhecimento dos seus pontos positivos, ao mesmo tempo que tenta tirar o foco das suas fraquezas.

Como fazer isso? O tema é complexo, mas as dicas a seguir serão suficientes para você já começar a praticar o marketing pessoal no seu dia a dia.

Como fazer um marketing pessoal de sucesso

O primeiro ingrediente do marketing pessoal não é nenhum segredo: você! É preciso acreditar em si mesmo e no seu potencial antes de passar esta mensagem a seus contatos.

Portanto, fazer um marketing pessoal de sucesso exige um trabalho duplo. O primeiro passo é a construção de uma imagem que transmita confiança. O segundo é efetivamente convencer as pessoas do seu real valor.

Tenha boa apresentação pessoal

A primeira impressão é a que fica, não é mesmo? Portanto, esta é a base do marketing pessoal: começar com o pé direito desde o contato inicial.

Mas alguns cuidados são decisivos para isso acontecer. Vestir-se de maneira adequada, utilizar linguagem compatível com seu interlocutor — evitando gírias ou palavras de baixo calão — e ter uma postura profissional é o mínimo esperado.

Podemos incluir pontualidade, respeito e cordialidade entre outros elementos que contribuem para uma boa apresentação.

Defina bons valores

Sua imagem é fundamental para esse esforço, mas ela sozinha não será o bastante para você conquistar as melhores oportunidades. Isso porque muitos recrutadores também querem entender algo mais importante: o que você representa?

Sabendo disto, comece também a explorar estes detalhes de sua personalidade. Em que você se diferencia de outros profissionais? O que posso acrescentar a uma organização? Quais as suas aspirações, na carreira e na vida pessoal?

Crie metas e objetivos profissionais

Um desdobramento dessa avaliação é a definição de metas e objetivos a serem alcançados. Embora estes possam existir em vários aspectos da sua vida, vamos nos concentrar na sua carreira.

Saber onde quer chegar é o primeiro passo para estabelecer um plano de ação. Ao montar este documento você terá a chance de pensar no caminho a percorrer: quais cursos procurar, as principais oportunidades na área e os principais contatos que você deve ter em mente — diretores, investidores ou algum outro executivo responsável pela tomada de decisões.

Seja proativo

Uma característica importante para mostrar as suas intenções é a proatividade. Tome as rédeas e mostre a que veio: uma boa maneira de demonstrar aptidão para assumir posições de liderança.

Mesmo se esse não for o seu perfil nato, você pode se aprimorar aos poucos. Comece trabalhando este aspecto dentro do seu time, dando sugestões para melhorar a eficiência de algumas rotinas. Com o tempo é possível ficar cada vez mais confortável nesse papel.

fazer-um-marketing-pessoal-de-sucesso

Não confie apenas na experiência

Tudo que passamos ao longo da nossa carreira ajuda na hora de construir o perfil para o marketing pessoal. Essa experiência é útil para decidirmos em que vale a pena nos concentrar e o que podemos descartar. Mas cuidado: não transforme isso em uma muleta!

O mundo está em constante alteração e o mercado de trabalho não foge a essa regra. Ser referência em algo é bastante útil para sua marca pessoal, mas continue se desenvolvendo e aprimorando suas habilidades. Do contrário, você vai acabar sendo deixado para trás — um destino que nenhum profissional gostaria de encarar.

Entenda a importância da boa comunicação

Abelardo Barbosa, o popular Chacrinha, foi um dos maiores nomes do entretenimento brasileiro. Também deixou conosco um ensinamento que é vital para o marketing pessoal: “quem não se comunica, se trumbica”.

Construir contatos, se destacar em suas atividades, liderar uma equipe. Tudo isso e muito mais, só pode ser conquistado com boa habilidades de comunicação. Tanto a capacidade de se expressar bem, transmitindo as ideias de maneira eficaz, quanto também ouvir o que outros têm a dizer.

Não se acomode!

Nossa última dica tem relação com algo que já dissemos acima, mas é importante ressaltar: quem deixa de evoluir está efetivamente caminhando para trás. E o mercado de trabalho não costuma perdoar quem perde contato com as novidades e tendências do futuro.

Criar uma zona de conforto tem seus benefícios. Mas é sempre necessário dar aquele passo fora da sua bolha e procurar quais pontos você precisa trabalhar para continuar oferecendo valor — em sua atual posição e em outros cargos no futuro.

O que não fazer no marketing pessoal

Tão importante quanto se destacar na multidão é ser lembrado pelos motivos corretos. Saber o que não fazer em contatos profissionais é tão importante quanto as dicas acima. Por isso, confira essa pequena lista de pontos a evitar:

  • Vestir-se inadequadamente: procure saber como é o ambiente — formal ou mais despojado — antes de uma entrevista ou em locais que ofereçam oportunidade para networking para causar a impressão correta a seus contatos.
  • Mentir sobre habilidades: exagerar seus conhecimentos pode ser tentador em várias ocasiões. Mas não ser capaz de entregar o prometido pode causar ainda mais problemas. Seja sincero e evite se queimar no mundo profissional.
  • Falar mais do que foi pedido: o sinal de um bom comunicador é saber se expressar de maneira clara e sucinta. Aprenda o momento certo de falar e também como deixar outros mostrarem as suas ideias e pontos de vista.

Comece a sua escalada para o sucesso

Uma carreira não é construída da noite para o dia. Mas saber como fazer um marketing pessoal de sucesso é a melhor maneira de dar uma direção a ela — de forma constante e equilibrada.

Um detalhe importante é que você não precisa esperar chegar ao mercado de trabalho para começar a aplicar estas dicas. É possível identificar seu perfil e pensar as suas metas e objetivos ainda durante a graduação; uma boa faculdade pode ajudar muito nisso.

Inscreva-se na newsletter da FECAP e receba conteúdo exclusivo. Você vai encontrar mais dicas como essas — e também aprender mais sobre a melhor faculdade de negócios do Brasil.