Conhecer a grade curricular de Relações Internacionais pode ser um bom começo se você está pensando em fazer essa faculdade.

Entender quais são as matérias que serão estudadas pode ajudá-lo a se decidir mais rápido. Além disso, dá uma visão mais ampla das possibilidades da carreira.

Por isso, neste post vamos apresentar a você quais são as principais características da grade curricular dessa graduação. Acompanhe para descobrir tudo. 

O que esperar do curso de Relações Internacionais?

A faculdade de Relações Internacionais oferece muitas oportunidades para quem quer se formar na área.

Para se dar bem ao longo do curso e na carreira, você deve:

  • gostar muito de ler: afinal, há muitas indicações de referências bibliográficas ao longo dos períodos;
  • ter interesse pela cultura de outros países: não basta querer turistar pelo mundo, é preciso realmente querer explorá-lo em sua diversidade;
  • estar antenado a tudo às notícias da atualidade: afinal, essa é uma área com forte influência dos acontecimentos internacionais;
  • ter facilidade em aprender idiomas: você não precisa ser poliglota para entrar na graduação, mas deve estar disposto a aprender pelo menos inglês e espanhol;
  • ter empatia pelo outro: o dia a dia do internacionalista exige grande habilidade de negociação com diferentes públicos.

A graduação tem duração de pelo menos 4 anos. Algumas instituições de ensino optam por estendê-la por mais um ano para que o aluno tenha mais vivências práticas.

A faculdade de Relações Internacionais é do tipo bacharelado. Isso significa que a grade curricular é pensada para preparar o universitário para atuação no mercado de trabalho.

Como é a grade curricular de Relações Internacionais?

A grade curricular do curso mescla teoria e prática na medida certa.

Os primeiros períodos são pensados para que o aluno tenha um embasamento teórico dos conteúdos ligados à carreira. Já os últimos semestres são dedicados às atividades práticas para que ele possa experimentar suas atividades ainda na faculdade.

As disciplinas se dividem em três grandes áreas:

História

Este definitivamente é um curso para quem tem afinidade com as Ciências Humanas. A grade curricular de Relações Internacionais inclui muitas disciplinas desse campo do conhecimento.

O eixo histórico do curso é composto por várias disciplinas. Elas são estudadas para que o universitário entenda o contexto geopolítico em que vive. Compreender os aspectos históricos ligados às nações é fundamental para entender os desdobramentos que isso terá no futuro. 

Conheça algumas das matérias deste bloco:

História das Relações Internacionais

Nada melhor do que começar o curso compreendendo como a sua profissão surgiu, não é mesmo!?

Essa disciplina conta qual é o papel das Relações Internacionais ao longo da história. Além disso, revela a importância da atividade para a sociedade atual.

O conteúdo é dividido ao longo de dois semestres de estudos. 

História da América

Essa matéria visa fazer com que o aluno compreenda o contexto político e econômico da América do Norte e da América Latina.

Os relatos históricos são fundamentais para evidenciar a complexidade das relações internacionais no continente atualmente.

Assim como no caso anterior, a disciplina também é vista em dois períodos consecutivos.

Política

Descubra como é a grade curricular de Relações Internacionais

Gostar de estudar e debater política é fundamental se você quiser trabalhar como internacionalista.

Tanto carreiras públicas quanto vagas em empresas privadas exigem que o profissional tenha habilidade de negociação e mediação de conflitos.

As matérias estudadas no eixo político auxiliam o futuro profissional a desenvolver essas habilidades e ampla visão de mundo. Conheça alguns exemplos de disciplinas:

Introdução à Ciência Política

A Ciência Política se dedica a investigar como as relações em sociedade se estabelecem e influenciam as formas de governar.

O conteúdo é visto logo no primeiro semestre. É pensado para que o universitário desenvolva um olhar mais crítico sobre os acontecimentos da atualidade.

Sociologia

A Sociologia é o campo de estudo que analisa o comportamento humano e a maneira como as instituições se formam.

Entender essas estruturas é muito importante para o estudante, uma vez que toda relação internacional envolve públicos diferentes.

Teoria Geral do Estado

Essa matéria investiga os fenômenos ligados à constituição do Estado. Inclui ensinamentos sobre sua:

  • formação;
  • constituição;
  • estrutura;
  • funcionamento;
  • finalidade.

A Teoria Geral do Estado serve como base para entendimento do contexto político mundial.

Organizações e Regimes Internacionais

O foco dessa disciplina é analisar fatos da política externa e dos tipos de regime internacionais.

Essa abordagem é muito importante para que o internacionalista aprenda sobre o cenário em que irá atuar em negociações bilaterais.

Política externa brasileira

A forma de gerir a política externa no Brasil se transformou muito com o passar dos anos. Por isso, o intuito dessa disciplina é detalhar essas mudanças.

A matéria faz um estudo sobre a atual configuração da política externa, investigando suas implicações econômicas.

Descubra como é a grade curricular de Relações Internacionais

Economia

Se você gosta de números e dados, saiba que a grade curricular de Relações Internacionais também inclui isso.

A Economia é o tema que engloba várias disciplinas que buscam pesquisar as transações de mercado. 

Essa é uma área importante, já que há muitas vagas de emprego ligadas à atividades de comércio exterior. Conheça algumas disciplinas:

Fundamentos da Macroeconomia

Essa matéria é voltada a ensinar os princípios básicos sobre esse assunto. A macroeconomia é a ciência que estuda como a economia nacional e mundial se configura.

O conteúdo aprendido é fundamental para que o estudante entenda as demais disciplinas desse campo de estudo. 

Estatística

A Estatística é a área que se dedica a investigar a probabilidade da ocorrência de eventos. 

Dominar esse assunto é muito importante para quem quer trabalhar como internacionalista. O aprendizado pode ser aplicado para prever e calcular riscos em projetos e negociações.

Princípios de Finanças

Os conceitos financeiros são o tema central desta matéria. 

Ela serve como introdução para as outras disciplinas ligadas à Finanças. Prepara o aluno para lidar com as oscilações financeiras ligadas às transações internacionais.

Como deu para notar, a grade curricular de Relações Internacionais é bem rica e variada. A formação é tão ampla que permite que o universitário rapidamente se empregue após a formatura.

Há possibilidades muito além da carreira como diplomata. O mercado de trabalho tem oportunidades para pessoas que desejem trabalhar com estratégias e negócios internacionais.

Para aproveitar essa chance, é preciso estudar e buscar qualificações técnicas. Pensando nisso, que tal descobrir muito mais sobre o curso de RI clicando neste link? Acesse!