Fazer uma graduação está muito mais fácil nos últimos anos. Existem diversas formas de ingressos na faculdade para atender diferentes necessidades.

Cada uma delas se adéqua a um determinado perfil. Portanto, é interessante conhecê-las para escolher a que mais combina com você.

Acompanhe o post até o final para descobrir 5 maneiras de entrar em um curso superior. Vamos lá!

5 formas de ingressar na faculdade

Por muitos anos, a tão temida prova do vestibular era a única opção de concorrer a vagas no ensino superior. 

Com o passar do tempo, as instituições de ensino perceberam que haveria necessidade de democratizar a forma de entrada. Até mesmo para diminuir a pressão emocional sobre os candidatos no dia do exame.

Hoje, as faculdades costumam oferecer 5 formas de ingresso. Continue lendo para saber mais sobre elas.

1) Mega vestibular 

O vestibular tradicional continua a existir. Trata-se de um processo seletivo com data marcada e ampla participação dos candidatos.

Geralmente, são aplicadas provas objetivas e de Redação para testar o conhecimento dos futuros universitários.

No dia agendado, todos os participantes devem se dirigir ao local de prova. A divulgação do resultado é feita na semana seguinte.

Há oferta de um número maior de vagas, pois o foco aqui é formar as turmas dos cursos.

2) Vestibular agendado

O vestibular agendado ganhou força nos últimos anos por dar mais flexibilidade aos candidatos. 

Ele surgiu para atender pessoas que têm pouca disponibilidade de horário. É o caso, por exemplo, de trabalhadores que fazem plantão ou têm jornada aos finais de semana.

Ao contrário do vestibular tradicional, no qual há uma data fixa, o agendado se adapta à necessidade do candidato. É possível marcar a data e o horário da prova conforme a sua necessidade. 

Cada instituição de ensino divulga o seu próprio calendário – período em que é possível concorrer a uma vaga. Por isso, é importante entrar em contato com a desejada para agendar o seu processo seletivo.

3) Enem

A nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é usada hoje pelas principais universidades do país. Ela é considerada total ou parcialmente, a critério das instituições de ensino. 

Para entender como ela é empregada pela faculdade desejada, você deve consultar o edital. O mais comum são faculdades que levam em conta a o resultado do Enem integralmente.

Em grande parte dos casos, há necessidade do candidato ter atingido uma nota mínima para o curso pretendido. Além disso, a pessoa não pode ter zerado a nota da redação.

4) Obtenção de novo título

Quem já concluiu um curso de graduação não precisa passar por um novo vestibular. É possível solicitar a obtenção de novo título.

Esse processo consiste em uma avaliação de histórico e de desempenho em substituição ao vestibular. 

Em casos em que o curso de formação e o novo forem da mesma área, é possível dispensar matérias. Para isso, o programa curricular e a carga horária devem ser compatíveis.

Essa modalidade dá mais facilidade para quem deseja turbinar o currículo com uma nova graduação. O processo se torna mais ágil e efetivo para o estudante. 

5) Transferência

Quem ainda está cursando a faculdade e por algum motivo deseja trocar de instituição pode pedir transferência

A transferência é o processo de rematrícula em outra faculdade. 

Assim como no caso da obtenção de novo título, há análise curricular para eliminação de disciplinas.

Se as matérias e cargas horárias forem compatíveis, o aluno poderá continuar o curso de onde parou sem nenhum impacto.

Esse é o melhor caminho para quem deseja buscar uma alternativa de ensino de maior qualidade.

Hora da escolha

Agora que você já conhece as 5 formas de ingresso na faculdade mais comuns, é importante orientá-lo sobre a escolha da instituição.

Antes mesmo de se informar sobre o processo seletivo, é preciso buscar referências da universidade desejada.

Opte sempre por instituições de ensino com tradição e reconhecimento do MEC. Busque as avaliações da faculdade e do curso para ter certeza que está fazendo uma boa escolha.

Cursar uma graduação requer investimento de tempo, energia e dinheiro. É melhor avaliar a sua decisão com cuidado para assegurar um futuro de sucesso.

E aí? Curtiu o post? Quer saber mais sobre a graduação? Descubra como conseguir bolsa na faculdade clicando neste link.